sexta-feira, 27 de março de 2015

Workshop André Mesquita





O Colectivo Movimento e Corpo da Pantopeia em parceria com o 
Teatro Aveirense, traz à cidade de Aveiro Ciclos de Dança para nível profissional e avançado. O objectivo destes “ciclos” é descentralizar este tipo de actividades, facilitando o acesso aos interessados, principalmente da região centro e da região norte.


O Ciclo de Dança arranca em abril com um workshop de dança contemporânea orientado pelo coreógrafo português de renome internacional  André Mesquita.
O workshop propõe uma viagem à descoberta do corpo e das suas capacidades de uma forma diferente e inovadora através de estímulos que o próprio coreógrafo vai soltando. Os formandos terão a oportunidade de serem moldados e transformados pelas mãos de Mesquita numa experiência de composição inigualável. 

 “eu olho para as pessoas, dou-lhes algo, um impulso, uma sugestão e começamos a brincar e então aí acontece algo...” André Mesquita

 O workshop terá duração de 6 horas,
 sáb. 18 abril – 15h-18h | dom. 19 abril – 10h-13h

Preço: 27€ | inscrições até 16 abril 2015 na bilheteira do Teatro Aveirense

Obs: Este workshop em específico é também aberto ao público em geral que se queira aventurar nestas andanças

blog.pantopeia.org 
facebook.com/Pantopeia 
email: movimento@pantopeia.org 
+351 968510020  | +351 927149094



André Mesquita nasceu em 1979. Fez a sua formação artística na Academia de Dança Contemporânea de Setúbal e na Companhia Nacional de Bailado.
Iniciou a sua carreira como bailarino na CeDeCe (Setúbal) e na Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo com direção artística de Vasco Wellenkamp. Desenvolve uma atividade independente desde 2006, ano em que cessou funções como bailarino solista e professor residente na Tanz Companie do StadtTheater Hildesheim.
Fundador da TOK’ART – Plataforma de Criação, partilha a respetiva direção artística com Teresa Alves da Silva e nela desempenha também as funções de coreógrafo associado. Coreografou em companhias como, o Ballet Real da Flandres (Antuérpia, Bélgica), o Balé da Cidade de São Paulo (Brasil), o Danish Dance Theater (Copenhaga, Dinamarca), a Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo e o Tanz Luzern Theater (Suíça), entre outros. Em 2009 foi galardoado com o prémio Uncontainable II do Ballet Real da Flandres e também como coreógrafo no 13th International Solo-Tanz-Theater Festival de Estugarda.
A crítica portuguesa e estrangeira tem conferido rasgados elogios ao seu trabalho por força de uma maior qualidade sensitiva e de originalidade.