quinta-feira, 29 de novembro de 2012

"Esqueci-me Como se Chama" no Teatro Aveirense


ESQUECI-ME COMO SE CHAMA é a primeira produção que o colectivo de teatro da Pantopeia apresenta ao público em geral. 
Um espectáculo criado para a infância, que põe em cena histórias e poemas do autor Daniil Harms e onde reina a imaginação e o surpreendente, o absurdo e a boa disposição... Um espectáculo para toda a família que irá fazer as delícias de miúdos e graúdos.

Aceite o nosso convite e venha ao teatro!



O CARTAZ DO ESPECTÁCULO


SINOPSE


"Esqueci-me Como Se Chama" constitui um conjunto de histórias e poemas escritos para a
infância por Daniil Harms, autor russo da primeira metade do séc. XX, editados pela editora
Bruaá. Nestes textos descobrimos um universo literário único, repleto de narrativas insólitas
e absurdas, atravessado por personagens bizarras, repleto de jogos de linguagem, desafiando
e convidando o leitor a percorrer um caminho sempre original e desconcertante onde não há
espaço para o lugar comum e a banalidade.

Dez fragmentos narrativos que são um convite a entrar num universo literário para a infância,
de liberdade e originalidade sem restrições e cedências. No circo Printimpram dois actores
apresentam-nos um novo programa. Incrível, espectacular. Vamos ver como a ardilosa Macha
convence o seu burro a levá-la à cidade e assistiremos a um desconcertante diálogo no jardim
zoológico. Ficaremos a conhecer Vova, o rapaz condenado para sempre a beber óleo de peixe
e assistiremos a uma insólita corrida de animais. Seremos testemunhas do desaparecimento
misterioso de um quadro e vamos descobrir como não gritam os ouriços. Vamos descobrir que
todas as histórias de Igor já foram inventadas, viajaremos na imaginação de Kolka e Petka até
ao Brasil e, finalmente, descobriremos que um Inglês não consegue lembrar-se de como se
chama esta ave!


SESSÃO PARA A FAMÍLIA
8 de Dezembro de 2012 | 16h | M/4 | Teatro Aveirense

RESERVAS + INFORMAÇÕES
bilheteira@teatroaveirense.pt| 234 400 920

LOTAÇÃO LIMITADA (60 lugares)